Não recebeu comprovante de rendimentos?

Vai declarar e precisa de ajuda, fale conosco agora mesmo pelo whatsapp ! Clique Aqui.

Está na hora do contribuinte reunir aquela documentação necessária, levantar os rendimentos auferidos no período, identificar os tributáveis, isentos, dentre outros e prestar contas ao fisco.

As instituições financeiras, empregadoras, e tantas outras fontes que efetuem retenção de imposto de renda, tem a obrigação de fornecer o comprovante de rendimentos até o último dia de fevereiro do ano subsequente.

Se o contribuinte não recebeu o comprovante de rendimentos, ele deve checar sua caixa de spam, caixa postal ou entrar em contato com a fonte pagadora e solicitar o documento. Lembrando que a falta do comprovante de rendimentos não isenta o contribuinte de informar ao fisco.

E a instituição que deixar de fornecer o comprovante aos beneficiários, dentro do prazo fixado, ou o fornecer com erro, ficará sujeito ao pagamento de multa de R$ 41,43 (quarenta e um reais e quarenta e três centavos), por documento .

A receita federal aponta que um dos erros frequentes é declarar valores diferentes do informados nos comprovantes da fonte pagadora, fazendo você cair na famosa Malha Fina, então não deixe para última hora, planeje-se para não ter problemas.

Vai declarar e precisa de ajuda, fale conosco agora mesmo pelo whatsapp !

O termo malha fina é uma abstração ao processo de verificação de inconsistências da declaração do imposto IRPF e IRPJ, age como uma espécie de “peneira” para os processos de declarações que estão com alguma pendência, impossibilitando a sua restituição, e em alguns casos resultando investigação mais aprofundada sobre o contribuinte declarador por parte da Receita Federal.[2]

  Autora: Samanta dos Santos, contadora sócia da Core Contábil, Colombo - PR