Sugestões para minimizar o impacto da crise no seu negócio.

Como todo o país está em recessão, o momento é delicado e cheio de mudanças e incertezas, a cada dia uma nova notícia que nos deixa abalado e desorientado. No Brasil, após o carnaval, geralmente a economia retoma as rédeas e começa a aquecer, mas não foi isso que aconteceu este ano.

No mundo, as economias estão sendo impactadas pelo COVID-19, é uma realidade, e temos que aceitar por mais severa que seja. A bolsa está despencando assustando todos os investidores, nossa moeda desvalorizando e o dólar nas alturas, já os pequenos empresários tendo impacto com proporcionalidades maiores. Devido a quarentena decretado no mês de março, que se estende até os dias atuais, impossibilitando o país de reagir.

Desse modo pensamos como o micro ou pequeno empresário pode fazer para tentar minimizar ou reverter esse cenário. Separamos algumas dicas para ajudar você empreendedor a superar esse momento de crise mundial e minimizar impactos sobre o seu negócio.


Essas ações não são novas, mas que merecem uma atenção especial:

Trabalho remoto: otimize o máximo possível essa modalidade dentro da sua empresa, é um momento que exige rápidas tomadas de decisões, para não perecer. Não há certeza de quando a situação se normalizará, sugestão invista nessa modalidade.

Delivery: se adeque a essa realidade e busque maneiras de se manter no jogo, use a internet a seu favor, pesquise ferramentas que possam te beneficiar.

Enxugue a estrutura: Reduzir custos fixo é uma forma de equilibrar o caixa da sua empresa e manter a operação, faça um planejamento racional para minimizar cortes necessário para operacionalização do negócio.

Elimine desperdícios: é hora de olhar para dentro da empresa e analisar todos os processos identificar oportunidades de melhorias.

Analise o mix de produto: hora de avaliar o seu portifólio e focar em produtos que trazem maiores margens para empresa e deixar em standby os que dão retorno baixo ou não foram aceitos pelo mercado. Investir em diferenciação, como: entrega grátis, criar promoções, entre outros.

Demanda puxada: se existir a possibilidade de produzir/entregar sob encomenda, essa é a hora de fazer. Assim evitará saldo no estoque e perdas.

Engaje sua equipe: envolver todos os funcionários mantendo-os comprometidos com o a empresa e sendo transparente a todo momento.

Benchmarking: observe as melhores práticas do mercado/concorrentes que pode ser aplicado na sua empresa, adote soluções que possam contribuir para aprimoramento dos seus serviços/produtos.

Negocie com fornecedores: muitas despesas e custos como sabemos são essenciais para os negócios girar, mas como a situação é equivalente para todas as empresas converse com seu fornecedor e veja se é possível chegar a algum acordo.

Previna-se: siga as orientações do Ministério da Saúde, para minimizar a propagação do vírus na sociedade e evitar o aumento dos casos de fatais.

Busque ajuda: com as inúmeras mudanças que estão ocorrendo na legislação, medidas provisórias decretas a todo momento, necessita que o empresário saiba como usar as mudanças em favor da empresa, busque uma consultoria competente para ajudar a ter ideias para superar essa crise. Busque capacitação, invista em parcerias e use a criatividade.


Existe um cenário desafiador a superar, esperamos que esse artigo ajude você a respirar, pensar e continuar. Como todas as crises que passaram, essa não será diferente e com certeza estaremos mais fortes.

Por: Marcel Mota – Administrador